Banner 123456

Nintendo Switch – Nem Sempre Será Hibrido

Caramba! Essa foi uma revelação que não esperávamos! O maior atrativo do Nintendo Switch é justamente sua portabilidade, seu modo hibrido, mas o que dizer sobre esse jogo, VOEZ, que será lançado pra Switch e poderá apenas ser jogado no modo portátil!? kiporraéessa!?

Apesar de parecer uma noticia estranha ela realmente procede, fonte aqui, teremos um jogo exclusivo para o modo portátil do Nintendo Switch e isso abre um leque de opções que não havíamos imaginado antes! Uma coisa está bem esclarecida: Os jogos não serão obrigados a utilizar a tecnologia hibrida do console, ou seja, poderemos receber no Switch muitos jogos de dispositivos móveis como Tablets, Smartphones e afins. Não haverá impedimento para isso. Isso acontece, logicamente, pelo fato de muitos desses jogos utilizarem a tela de toque como controle para o jogo e esse tipo de controle funciona tão bem que não compensa mudar para a plataforma da Nintendo no intuito de utilizar os joy cons. Não podemos esquecer que o tablet do Nintendo Switch é o console propriamente dito e ele precisa estar na Dock para que a imagem seja transferida para a sua televisão. Nesse caso fica fácil entender que não haveria condições de jogar um jogo na TV utilizando a tela de toque do tablet. Essa situação nos trazia algumas duvidas quanto aos jogos de Wii U que poderiam ser portados para Switch, mas agora fica ainda mais claro que, se forem portados, não utilizarão o maior diferencial do Nintendo Wii U que era a possibilidade de jogar em duas telas. Terá que ser adaptado para rodar no Switch.

nintendoswitch-hardware00-1_2n9j

É interessante notar que o caminho reverso também pode existir: Seu jogo pode rodar exclusivamente no modo TV, com o tablet no Dock para aproveitar o boost que o mesmo recebe ao estar ligado direto em fonte de energia elétrica. Preocupante? Talvez, mas ainda é cedo pra isso. É claro que podem aparecer muitas thirds preguiçosas querendo portar de forma capada seus jogos e manter apenas o modo TV para seus jogos e ainda utilizar a desculpa do boost do console no dock. Provavelmente acontecerá, mas ainda assim o apelo hibrido do console deve fazer com que elas mudem suas estratégias e se adaptem ao console, pois o diferencial é realmente fascinante e não deve ser ignorado.

Sempre que temos uma nova tecnologia em games nosso maior medo é que não utilizem a mesma e ela se torne apenas um item que encareceu o console. Aconteceu com o Wii U infelizmente. Esperamos que isso não aconteça com o Switch, pois seria um desperdício de potencial, perderia totalmente o sentido e eu me pergunto se as empresas podem utilizar isso como desculpa para boicotar a Nintendo. Imagine que grande bosta seria se isso acontecesse? Você dono de um jogo famoso que faria muito bem à biblioteca do Switch, mas não quer ver seu jogo rodando bugado, com menor resolução, com problemas de performance no modo portátil do Nintendo Switch. Seria um problema.

poster_37hd

Acham que é possível isso acontecer? Estaria a Nintendo novamente na mão das thirds com a possibilidade de elas não utilizarem o total potencial do console? A Nintendo novamente sentiria o peso das suas decisões nos anos 80 e 90, com tratativas que dificultavam a vida das thirds e agora elas viram às costas para a Big N, apenas se mantendo próximas da Nintendo, mas sem realmente mergulhar de cabeça nos projetos? Temos uma abertura para uma possível falha do console?

Criador do Portal 2 join, ama os games! Jogando desde os primeiros anos de idade, naquela que considera a melhor fase da sua vida, quando ainda bebê, usando a famosa rotina do "come, caga e dorme". Bons Tempos!

  • Alexandre Francisco

    Gostei da ideia. Tem jogo que realmente nao tem como jogar no controle, vai ter que ser na touch

    • Visio

      Verdade! O que pode ser visto como um problema também pode ser visto como solução, afinal, as possibilidades são infinitas.

  • Paulo Jr

    Eu penso que essa liberdade em escolher somente modo portatil seja algo benefico para desenvolvedoras menores. Bom seria um modo portátil que ofereça menus rápidos atráves do touch.
    Um possível port de Mario Maker poderia ditar tendências em como aproveitar o touch e o modo TV.

    • Visio

      Verdade! Mario Maker ficou perfeito com o gamepad do Wii U, mas convenhamos que pode funcionar muito bem só com uma tela, afinal, sempre existiram jogos de edição de fases sem precisar de duas telas pra isso.

  • Glefferson Vinícios de Lima

    A abertura realmente existe e não pode ser ignorada. Porém me pergunto se a Nintendo, que investiu um rio de dinheiro nesse projeto e almeja ser o maior já criado da companhia não deva estar com um selo de qualidade ainda mais rigoroso. O que eu quero dizer é se a Nintendo não vá eventualmente impor que os jogos do Switch aproveitem ambos os modos, de uma forma ou de outra, ou para os jogos que visivelmente necessitem da Dock não sejam obrigados a terem conteúdo para o modo portátil.

    Porém, mesmo assim, acredito que se esses games focados em um único modo serão minoria ou ao menos acabarão ficando à sombra dos que utilizam todo o potencial do console.

    Conjecturas. Apenas conjecturas.

    • Visio

      Justo! Apenas conjecturando pra encontrar as possibilidades do console. É bom pra vermos o que cada empresa pode enfrentar na produção de jogos pro Switch e como a Nintendo pode se comportar durante essas negociações.

  • fmrbass

    Eu ainda acho que futuramente o switch vai dar suporte ao gamepad, aí os problemas estão resolvidos.

    Touch na mão, gamepad na tv. Simples.