151218-news-twin-peaks

Review: Twin Peaks (1990 – 1991)

Olá Pessoal! Visio aqui! Se liguem aí que esse é o primeiro post trazido diretamente do nosso parceiro não sexual Nerd Profeta!

Twin Peaks seria mais uma série como outra qualquer de suspense ou policial, mas não é. Ela foi uma série do inicio dos anos 90 e se tornou cult por ter sido uma obra prima em sua época. Hoje te convido para entrar no mundo estranho e sobrenatural da pequena cidade de Twin Peaks…só tome cuidado, pois as corujas não são o que parecem ser…

Cuidado com os SPOILERS pequeno seguidor!

Transmitida na época pelo canal ABC, a série criado por Mark Frost e David Lynch conta a história da aparentemente pacata cidade do interior, Twin Peaks no qual o seu dia-a-dia é abalado pelo assassinato da jovem e querida estudante Laura Palmer (Sheryl Lee). O agente do FBI Dale Cooper (Kyle MacLachlan) é indicado para investigar o caso e, chegando na cidade, quanto mais ele investiga e tenta desvendar o mistério do assassinato da jovem, mais ele percebe o quão assustador e estranho é o caso.

A série foi diferente para a época pois uniu diversos temas como o drama policial, humor, suspense, surrealismo, terror psicológico e sobrenatural. Inclusive ela foi a fonte de inspiração para a série Arquivo X. No decorrer da série, vai-se conhecendo a gama de personagens, que em sua maioria são os habitantes da cidadezinha e percebendo que cada um tem seus segredos obscuros e que se interligam com o caso do assassinato da jovem estudante. Chega em um momento que você percebe que, de fato, o protagonista não é o agente Cooper, mas sim a misteriosa cidade de Twin Peaks.

Agente Cooper, com  a ajuda do xerife local Harry S. Truman, (Michael Ontkean) vai destrinchando os quebra cabeças e se deparando, não só com o assassinato de Laura Palmer, mas também com tráfico de drogas, prostituição, tortura, estupros, intrigas, ambição pelo poder e fatos estranhos ou sobrenaturais, como por exemplo: sonhos, visões,  planos espirituais (Salão Negro, Salão Branco), possessão demoníaca, etc.

A série entra em questões existenciais e dá bons conselhos sobre a vida, mostrando claramente a dualidade do bem x mal no meio da cidade e nas pessoas, que diga-se de passagem são personagens únicos. Todos temos nosso lado humano e espiritual, nosso lado carnal maligno e nosso lado bom, no qual lutamos diariamente contra ele. Há um espírito que ronda a cidade conhecido como BOB (Frank Silva), que em certo momento da série é citado como o “mal que está dentro do coração de todo homem.” Nessa citação já dá para notar que a série aborda a dualidade como um conceito geral: a vítima aos poucos vai revelando sua “vida dupla”, empresários demonstram ter outras fontes de rendas obscuras e até mesmo o pai da vítima é revelado como não sendo um bom exemplo de pai. Todos na série tem seus feixes de luz assim como suas lutas internas com seus demônios pessoais. Uma teoria minha: justamente esse lado negro das pessoas de Twin Peaks que alimentam e dão força ao BOB.

Alguns dos principais personagens são:

  • Agente do FBI Dale Cooper (Kyle MacLachlan) que como dito acima, ele é o responsável pelas investigações da morte de Laura Palmer e acaba indo muito além descobrindo muita coisa suja e macabra.
  • Laura Palmer (Sheryl Lee) que é a vítima do assassino misterioso e no qual tem muitos segredos que muitos não sabiam. Até depois de morta a garota consegue criar problemas na vida de todos.
  • Xerife Harry S. Truman (Michael Ontkean)que é o principal parceiro do agente Cooper. Mesmo sendo um morador da cidade, ele mesmo não a conhecia de forma profunda.
  •  Audrey Horne (Sherilyn Fenn) uma das estudantes que conhecia Laura – apesar de não se afeiçoar com ela – e filha de um dos figurões da cidade, o empresário Benjamin Joseph “Ben” Horne (Richard Beymer).
  •  Leland Palmer (Ray Wise) o pai de Laura. Trabalha para Ben Horne; ao saber da morte da filha fica visivelmente abalado.

Existiram outros personagens importantes na história, mas a lista ficaria enorme. Todos interpretaram de forma soberba, a não ser a estudante e amiga de Laura,  Donna Hayward (Lara Flynn Boyle) que por mais que o personagem tenha importância na história, a atuação da atriz beirava ao irritante. Outra ovelha negra no elenco foi o antigo parceiro de Cooper no FBI e agora foragido, Windom Earle (Kenneth Welsh) que por mais que o ator se esforçasse, não conseguia passar para o que veio na história.

Tem muitas outras coisas a se falar sobre a série, mas se você se interessou nela iria ser chato eu soltar mais spoilers, então, descubra por si mesmo, pois tenho certeza que você adorará visitar a pequena Twin Peaks!

“Nos vemos novamente em 25 anos.”

E para alegria dos fãs e nerds em geral, a série voltará em 2017! Foi anunciada pela Showtime que a série retornará com a 3ª temporada dando continuidade a história e ainda com o mesmo diretor (David Lynch) e com os mesmos atores. Na figura acima você vê uma promessa de Laura Palmer numa visão ao agente Cooper: “Eu vejo você novamente daqui a 25 anos.” De 1991 a 2017 se passaram 26 anos, mas vale lembrar que a série retornaria esse ano, no qual daria os 25 anos. E na história da série, se passou de fato 25 anos desde os acontecimentos da segunda temporada. Que promessa estranha não??

Para finalizar, deixo uma pequena amostra do demoníaco BOB em ação:

    Abaixo você pode ver uma imagem oficial de anúncio da 3ª temporada e um vídeo de anúncio:

25 anos depois, está acontecendo de novo…

Vídeo:

“Essa goma que você gosta está voltando em grande estilo.”

Zanella é cristão, marvete, nintendista, fã do Foo Fighters e rpgista. Encontre-o também no nerdprofeta.com

  • Adriano Francisco

    Que loucura é essa!? 25 anos depois é muito tempo =/
    Eu desconhecia a série, mas me pareceu intrigante, principalmente a semelhança com arquivo X.
    Belo artigo! o/

  • fmrbass

    25 anos é muito tempo, mas não pra memória feminina.

    elas nunca esquecem.

    nunca.